Dez professores que ensinam sobre como não ser reprovado na vida

Dez professores que ensinam sobre como não ser reprovado na vida

Marcelo Nakagawa

05 de abril de 2019 | 17h46

Por vivência própria, na cultura japonesa tanto a educação como o professor são valorizados, pois são os responsáveis pela construção do amanhã. A construção do futuro a partir da ignorância é receita infalível para catástrofes pessoais e sociais. Mas, no século 21, a velocidade da mudança exige abordagens de aprendizagem que desenvolvam justamente a capacidade de aprendizado contínuo do ser humano.

LEIA TAMBÉM >Nicho do artesanato ganha novo marketplace com curadoria da Zôdio

Neste contexto, um dos professores mais relevantes da atualidade, Yuval Harari diz que “no século 21, dificilmente você pode se permitir ter estabilidade. Se tentar se agarrar a alguma identidade, algum emprego ou alguma visão de mundo estáveis, estará se arriscando a ser deixado para trás quando o mundo passar voando por você. Como a expectativa de vida aumentará, você poderia ter de passar muitas décadas como um fóssil. Para continuar a ser relevante, não só economicamente, mas acima de tudo socialmente, você vai precisar aprender e se reinventar o tempo inteiro, numa idade tão jovem como a dos 50 anos.”

E o que muitos sabem, mas poucos praticam, é que você não precisa estar em uma sala de aula para aprender com os melhores professores do mundo. Atualmente, basta saber escolher seus mestres. A seguir, apresento uma lista de professores que tem contribuído para o desenvolvimento de novos conhecimentos na minha área de atuação.

O professor israelense Yuval Harari. FOTO: Emily Berl/NYT-10/9/2018

Barbara Oakley: Na sua universidade, a Oakland University, ela ministra cursos na Faculdade de Engenharia nas disciplinas de probabilidade, estatística, circuitos elétricos, termodinâmica e eletromagnetismo. Mas ao estudar profundamente e aplicar conceitos de neurociências em suas aulas, Barbara criou um método sobre como a aprender a aprender. Seu curso online “Aprendendo a aprender: poderosas ferramentas mentais para ajudá-lo no domínio de temas difíceis” é o mais popular, está disponível no Coursera e já conta com mais de dois milhões de alunos.

Dan Ariely: Mais do que um professor de economia comportamental na Universidade de Duke, Dan demonstra como eu, você, todos nós somos, muitas vezes, irracionais quando tomamos decisões. Sua palestra no TED sobre se temos controle sobre nossas decisões, gravada em 2008, se tornou um clássico e foi visto por mais de cinco milhões de pessoas. Seus livros best-sellers como Previsivelmente Irracional e A Mais Pura Verdade sem Desonestidade relatam com humor como racionalmente somos irracionais.

David Cheriton: O fato de ele ser o professor mais rico do mundo, com uma fortuna avaliada em quase US$ 6 bilhões, não é relevante perto de sua carreira como professor de ciência da computação da Universidade de Stanford. Por isso, mesmo aposentado (e bilionário), Cheriton continua trabalhando, utilizando o mesmo velho automóvel que possui há anos, na universidade, desenvolvendo projetos de pesquisas com seus alunos, incentivando-os a fundarem seus próprios negócios tendo o professor como mentor e investidor. Foi com esta lógica que Larry Page e Sergey Brin, dois de seus orientandos de doutorado, fundaram o Google.

Jennifer Aaker: Ser a melhor professora do melhor MBA do mundo deve representar alguma coisa. E Jennifer representa uma demanda cada vez maior dos alunos das escolas de negócios que não querem mais aprender apenas marketing, finanças ou gestão da tecnologia. Ela criou disciplinas para o MBA da Universidade de Stanford como Design para a Felicidade ou Repensando o Propósito. Seus artigos consolidam base teórica e novos anseios de pessoas que querem se reinventar. Assim, seus artigos científicos, como a Psicologia da Felicidade ou Tornando o Tempo Relevante: Uma Revisão da Pesquisa sobre o Tempo e Significado, são didáticos, úteis e, principalmente, inspiradores.

Jon Kabat-Zinn: Muito antes de transtornos como falta de atenção, ansiedade, depressão e estresse se tornarem problemas crônicos sociais, Jon já era uma das principais referências no assunto. Ele fundou e dirige o Centro de Atenção Plena (Mindfulness) da Faculdade de Medicina da Universidade de Massachusetts e é a principal referência mundial no assunto.

Martin Seligman: Uma das áreas que mais crescem na psicologia é a Escola da Psicologia Positiva, que se concentra em contribuir para a felicidade e a vivência do propósito de cada indivíduo. Nestes tópicos, Martin é a referência. Como professor de Psicologia Positiva da Universidade da Pensilvânia, ele é um especialista sério em um tema em que há tantos superficialistas.

Michael Sandel: Sob qualquer perspectiva, Sandel não é apenas professor mais popular da Universidade de Harvard. Ministrando cursos sobre filosofia política, ética e justiça, ele talvez seja o professor mais popular do mundo atualmente. Seu livro Justiça – O Que é Fazer a Coisa Certa, lançado em 2009, vendeu mais de um milhão de cópias só na Ásia. Seu curso Justiça, disponível online e gratuitamente, é cada vez mais obrigatório para nos situarmos no caos de valores em que vivemos atualmente.

Mihaly Csikszentmihalyi: Com nome e sobrenome impronunciável, “Mirraili Checzemirraili”, o professor de psicologia da Universidade de Claremont criou o conceito de Flow, uma situação que integra níveis elevados de esforço e percepção de desafio. Neste estágio, entramos em estado de fluxo e encontramos prazer e satisfação nas atividades que escolhemos fazer. Seu TED sobre o Fluxo: O secreto do sucesso é um dos mais populares da plataforma, tendo sido aclamado por mais de cinco milhões de pessoas.

Tina Seelig: Se a Universidade de Stanford é o centro da criatividade do Vale do Silício, Tina é a professora de criatividade da faculdade de engenharia da universidade que formou empreendedores de negócios como Google, Netflix, Linkedin e Instagram. Além de dirigir o Stanford Technology Venture Program, o centro de empreendedorismo da faculdade, e ter publicado diversos livros sobre criatividade, ela liderou a formação de inúmeros professores de empreendedorismo e inovação ao redor do mundo e que hoje, são referência em seus países.

Yuval Harari: Professor de História da Universidade Hebraica de Jerusalém, Harari é o mais novo pop star daqueles que buscam entender o mundo moderno. Seus primeiros dois livros (Sapiens: Uma Breve História da Humanidade e Homo Deus: Uma Breve História do Amanhã) venderam mais de 12 milhões de exemplares. E seu terceiro livro (21 lições para o século 21) lançado em 2018, traz um Harari ainda mais conciso e didático sobre temas que precisamos dominar para nos reinventarmos continuamente como o futuro de uma sociedade sem trabalho, o avanço da ignorância em um mundo repleto de informações e a pós-verdade das fake news.

As perspectivas são diferentes, mas estes professores ensinam sobre como aumentar suas chances de não ser reprovado na vida. Mas, no final do dia, é você que aprende e coloca os aprendizados em prática.

* Marcelo Nakagawa é professor de Empreendedorismo e Inovação do Insper

Deixe uma resposta

Fechar Menu